sexta-feira, 28 de junho de 2013

Copa do Mundo: Bom ou Ruim?

O que mais se vê ultimamente nas redes sociais são pessoas inspiradas pelos protestos que estão acontecendo com muita frequência, mas tem uma parte dessas pessoas que estão dizendo coisas totalmente absurdas, pois criticam sem ter o mínimo de conhecimento do que está criticando.

Pois bem, nesta publicação tratarei do assunto: "Copa do Mundo".
Como eu disse, vejo muitos absurdos sendo publicados e compartilhados nas redes sociais, mas o que mais me chama a atenção são os relacionados à Copa do Mundo.
Vejo coisas como: "Quando seu filho ficar doente, leve ele à um estádio", "Estádios de primeiro mundo e hospitais de 3ª mundo", entre outras, inclusive protestos para cancelar a Copa do Mundo.

Sobre esse negócio de colocar a culpa na Copa do Mundo pela precariedade nos setores públicos que estão carentes de investimento, eu acho um absurdo pois a Copa do Mundo não tem nada a ver com isso. Com ou sem ela, a situação da saúde, da educação, da segurança, do transporte e de outras coisas estariam do mesmo jeito, ou até pior.
A Copa do Mundo não trouxe mais miséria para o Brasil, muito pelo contrário, trouxe um compromisso para o Brasil cumprir, um compromisso que ajudaria a melhorar a vida do brasileiro em alguns setores como o transporte e o lazer.
Mas aí o que aconteceu?
A corrupção também atingiu a Copa do Mundo, e com isso, verbas foram desviadas e muito bem escondidas com dinheiro de empresas patrocinadoras, ou seja, a Copa também se tornou vítima da imundície que nos governa. E com tudo isso vimos absurdos como dinheiro público sendo investido fortemente nos estádios, e em alguns casos, estádios particulares.
A FIFA é uma instituição que também investe em eventos como a Copa do Mundo, Copa das Confederações, entre outros torneios que não só fazem parte do futebol, mas também do futsal, futebol de areia... e por ela investir e ceder seus eventos para reunir pessoas de todos os países que certamente irão gastar dinheiro e movimentar a economia do país anfitrião, a FIFA também terá a sua parte do dinheiro. Mas a FIFA é passageira, ela leva seus torneios nos países anfitriões, pega o seu dinheiro e vai embora deixando para trás os benefícios no país como os estádios reformados, ruas e estradas pavimentadas, etc. Enfim, a FIFA não se mete com política, logo, não quer saber de dinheiro sujo e muito menos de corrupção. Não é a toa que o mundo todo a recebe de braços abertos.
E o fato da FIFA ser reconhecida e respeitada em qualquer país do mundo, o Brasil recebeu o projeto da Copa do Mundo como prioridade. Por isso vemos várias obras sendo construídas e concluídas de forma rápida e eficiente (comparadas com hospitais e escolas).

SENSACIONALISMO DA INTERNET
Nos últimos dias uma declaração que o ex-jogador Ronaldo deu há 2 anos atrás veio a explodir agora revoltando a população com a seguinte frase: "Não se faz Copa do Mundo com hospitais."
Eu concordo com ele.
Entenda o motivo:
Não é obrigação do comitê organizador da Copa do Mundo se preocupar com os setores que não influenciam no evento, tais como a saúde e a educação.
Cada setor tem a sua obrigação de investir em suas determinadas áreas, então se o comitê organizador da Copa do Mundo construísse hospitais ao invés de estádios, nós não teríamos Copa do Mundo e também não saberíamos pra onde iria o dinheiro destinado à saúde (como se já soubéssemos), além disso, seria um exemplo de desvio de verba.
Enfim, a Copa do Mundo não veio ao Brasil para resolver todos os problemas do país, ela veio para ajudar, para somar, para progredir junto com a saúde, educação, segurança... mas infelizmente só vimos a Copa do Mundo andar para frente e os outros setores precários continuarem no mesmo ritmo lento e quase andando para trás.
E para encerrar o assunto da declaração do Ronaldo, ressalto que o que ele falou foi uma verdade dita de forma 'curta e grossa' e que infelizmente teve o seu contexto modificado causando euforia nas pessoas desinformadas.

"COPA DO MUNDO, FORA DO BRASIL!"
Sobre as pessoas que querem 'adiar' a Copa do Mundo, eu acho que elas deveriam pensar melhor sobre isso, porque se elas conseguirem adiar o evento (que eu acho impossível), elas estarão jogando dinheiro fora. Investimentos sérios serão em vão, sonhos de operários que trabalharam nas obras dos estádios serão apenas sonhos sem esperanças, pois tenho certeza que há vários operários que trabalharam com o maior gosto nas obras dos estádios para no futuro dizer aos seus netos que ele ajudou a levantar aquele estádio lindo e maravilhoso que sediou uma Copa do Mundo.
Portanto, é tarde demais para querer adiar a Copa do Mundo, e a situação se encaixa perfeitamente em um famoso ditado: "Não adianta chorar pelo o leite derramado."
Quando o Brasil se candidatou para ser o país sede da Copa (em 2003), ninguém teve coragem de levantar a mão contra o evento, muito pelo contrário, foram à favor. E ainda tiveram cerca de 4 anos para protestar contra o evento antes do Brasil ser oficialmente declarado sede da Copa do Mundo, que ocorreu em Novembro de 2007.
Está certo de que na época, o então Presidente da República Luis Inácio Lula da Silva havia dito que nenhum centavo dos cofres públicos seriam investidos nos estádios e que todo o investimento seria da iniciativa privada, permitindo que o governo apenas financiasse em obras que posteriormente fossem destinadas à população.
Mas a falta de fiscalização nos permitiu que tudo o que vemos hoje acontecesse, e o pior é que a manobra do governo estava clara, já que quando as obras começaram o governo havia "mudado".

Enfim, se hoje podemos enxergar malefícios que aconteceram por causa da Copa do Mundo, é porque não a fiscalizamos e as pessoas corruptas aproveitaram para sugar do evento e deixar as coisas do jeito que estão.
A única coisa que podemos fazer agora é receber os estrangeiros de braços abertos respeitando-os para que possam sair daqui com boas impressões de nós e dizer que aqui no Brasil há humanos que não discriminam ninguém. Tomando o exemplo da África do Sul em 2010.
E também não podemos esquecer de ficar de olhos atentos para onde o dinheiro está indo, pois como todos nós sabemos, tem dinheiro público em obras privadas e temos que cobrar o "empréstimo" que nós fizemos sem consentimento, mas que deve ter pelo menos 100% de retorno aos nossos cofres.

CONCLUSÃO
O país está melhorando, o povo acordou, e agora mais do que nunca estamos de olhos abertos e temos o poder de dominar os nossos governantes, que não é mais que a nossa obrigação porque eles são funcionários público, ou seja, como o próprio nome diz, eles são funcionários do povo.
Portanto, vamos usar a Copa do Mundo para beneficiar a nós mesmos, e não para tirar a culpa do culpado.

Encerro com um trecho de uma música da banda Capital Inicial que alerta muito bem o problema que temos que saber como superar antes de querer resolver os outros problemas: "a inteligência ficou cega de tanta informação".
Sejam conscientes, não vão na lábia do povo. Pense, reflita, se pergunte porque você está defendendo certa ideia, e se precisar, seja contra o povo, mas seja você mesmo.

2 comentários:

  1. Concordo com o texto. A hora certa de protestar para o cancelamento da Copa foi logo após a abertura dos envelopes que decidiram que seria aqui. Agora a merda está feita, e nos resta torcer para os turistas serem bem recebidos, deixarem aqui seu dinheiro e que saiam satisfeitos.

    ResponderExcluir